BLOG

Usina São Martinho e Tracan: parceria na busca pela excelência e inovação

O Grupo São Martinho é mais do que um cliente para a Case IH, é um grande parceiro onde os equipamentos são aperfeiçoados, ajustados e validados todos os dias na desgastante operação que é o corte, colheita e o transporte da cana-de-açúcar.

A busca pela eficiência máxima, que é premissa para o Grupo, é feita continuamente em parceria com a Tracan. Segundo Mário Gandini, diretor agrícola e de tecnologia do Grupo, a presença do concessionário é fundamental, faz toda diferença tanto para garantir o bom desempenho dos equipamentos, quanto para a troca de experiências. Além disso, essa proximidade garante o feedback entre o que acontece no campo e a fábrica, para que se possa sempre aperfeiçoar os produtos, e até o sugerir novos equipamentos.

LEIA MAIS: Moderfrota terá R$ 7,5 bilhões para financiar máquinas e equipamentos

Os resultados da Usina São Martinho comprovam a parceria de sucesso. Comparados à média das outras usinas, os números são muito expressivos. Segundo pesquisa do Centro de Tecnologia Canavieira, CTC, o volume médio de tonelada por máquina é de 500 toneladas/dia, na São Martinho é de 900 toneladas por máquina/dia. Já a média de cana transportada por caminhão é de 391 toneladas/dia, contra 500 toneladas por dia na São Martinho.

As inovações das colhedoras e tratores Case IH, que compões 100% da frota da São Martinho, têm representado ganhos para a SM e o setor. Em 2016, o foco das inovações na colhedora foi a simplificação da manutenção. Em 2017, a automatização de funções antes executadas pelo operador, garantiu a melhoria da operação. Já em 2018, com mais de 100 itens melhorados a colhedora ganhou em eficiência.

O novo modelo da colhedora de cana Case IH, A8810, já contabiliza 10% a menos de consumo de combustível quando se fala de litros/hora. Quando a comparação é em litros/tonelada, a economia chega até a 15%.

Inovações da Case IH têm sido fundamentais para Usina São MartinhoSó na Usina São Martinho, em Pradópolis, a maior do Grupo e a maior do Brasil, são processadas 10 milhões de toneladas de cana por ano. A operação agrícola, que garante a matéria prima da usina, representa o custo mais alto de todo processo, por isso o desempenho da colheita é um importante indicador do sucesso de todo o negócio.

Só o transporte da cana representa entre 20 e 25% do custo do produto final. Para que isso aconteça é preciso que, durante toda a safra, um caminhão de cana chegue a cada dois minutos à moenda. Por isso, a busca pela excelência na produção e eficiência no transporte da cana é incessante. Mas além de produzir é preciso preservar. Um desafio e tanto.

Na Usina São Martinho, que tem uma área agrícola de 135 mil hectares, o trabalho acontece 24 horas por dia, 240 dias por ano. Os números são impressionantes. São colhidas 50 mil toneladas de cana por dia, cada colhedora colhe quase 1.000 toneladas, para isto percorrem 3.500 quilômetros diariamente. É como se elas saíssem da São Martinho e fossem até Rio Branco, no Acre.

LEIA MAIS: Cenário do Café em 2019: ano de grande expectativa para o produtor

Mas a colhedora é só parte de uma frente de trabalho. Os tratores que as acompanham no campo, que recebem a cana para levar para os caminhões, percorrem 6.300 quilômetros. Já a frota de caminhões, que transportam a cana do campo para a usina viajam, em média, 46.000 quilômetros todos os dias. E tem mais equipamento rodando, as motoniveladoras, os veículos e os equipamentos autopropelidos, a soma de tudo isso resulta em 87 mil quilômetros percorridos diariamente, o que representa duas voltas ao redor da terra.

Com esse tamanho de operação só mesmo a parceria com o fornecedor de equipamentos para encontrar as respostas certas. As vezes são pequenos ajustes que geram grandes resultados, outras vezes mudanças radicais para garantir o melhor para o cliente. Mas sempre o resultado é a soma de investimento em inovação, tecnologia e treinamento.

Usina São Martinhio Case IHUsina São Martinho
em números

Colhedoras – 3.500 km/dia
Tratores – 6.300 km/dia
Veículos de apoio – 70.000 km/dia
24 horas/ 250 dias por ano
2 voltas ao redor da Terra por dia

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Entre em contato

Respeitamos sua privacidade e não toleramos spam e nunca venderemos, alugaremos ou forneceremos suas informações.